segunda-feira, agosto 07, 2006

Homossexualidade

Bem, peço desculpa pela demora a 're-postar' mas ou não havia inspiração ou haviam problemas a mais, vou-vos deixar duas noticias que encontrei num blog e que fiquei meia como que sem reacção a olhar para aquilo, a primeira delas achei 'engraçada' porque gostei da maneira sarcástica que a psicóloga abordou certos pontos de vista das pessoas em relação aos homossexuais:

O Carnaval dos Homofóbicos

Por Joana Amaral Dias, psicóloga

1. A homossexualidade não é natural, como a pílula ou os canais televisivos para adultos. Aliás, toda a sexualidade humana não é natural, já que a espécie copula de Janeiro a Dezembro, coisa rara e nunca vista, mesmo nos primatas superiores. Vejam se o orangotango, o macaco rhesus e o chimpanzé lá são capazes de tais proezas;


2. O casamento de homossexuais destrói a instituição. Os divórcios, as separações e as uniões de facto, também. Exceptuam-se as anulações decretadas pelo poder papal que servem para proteger e dignificar o matrimónio;


3. O casamento é uma instituição milenar, logo não pode ser alterado, devendo manter-se a subjugação da mulher. Exceptuam-se os malvados da Igreja Anglicana, que mudaram os seus bons costumes graças às urgentes paixões de Henrique VIII, o que custou a cabeça a Thomas Moore. Face ao matrimónio, não há utopia que nos salve;


4. O casamento de homossexuais cria um precedente para todo o tipo de comportamentos inaceitáveis: poligamia, incesto e o enlace nupcial com animais. Estudos empíricos mostram que a assunção da homossexualidade conduz a uma inevitável exposição pública de bizarrias, como um coronel inglês beijando na boca uma caniche, em Trafalgar Square. Cada vez que se muda uma prática civilizacional, passa a valer tudo. O sufrágio universal foi acompanhado pelo direito de voto dos recém-nascidos, dos animais e das plantas. A abolição da pena de morte implicou o passeio impune dos assassinos. O fim da escravatura levou à saída dos porcos dos currais.


5. O casamento de homossexuais não deve ser legalizado porque, sendo recente em vários países, não podemos aferir as suas consequências. A mesma razão deveria ter impedido essa coisa indesejável chamada Revolução Francesa, que introduziu conceitos como Liberdade (!), Igualdade (!!) e Fraternidade (!!!), noções que até aí não tinham sido experimentadas;


6. O casamento homossexual não pode ser válido porque não gera bebés. Tal como os casamentos de casais inférteis, idosos ou casais que simplesmente não querem ter filhos;


7. O casamento homossexual deve permanecer interditado porque duas pessoas do mesmo sexo não podem educar crianças. Como se sabe, todos os homossexuais são filhos de homossexuais. Do mesmo modo, devem ser proibidas as famílias monoparentais, mesmo em caso de viuvez.


Saiu no Diário de Noticias

Não é que a minha opinião interesse a ninguém mas vou dizer o que acho sobre algumas coisinhas descritas acima, referindo-me particularmente ao ponto [6], acho simplesmente cómico, quer dizer que um casal simplesmente por não querer (nem me estou a referir ao facto de não poder), ter filhos, não pode casar , :S , chego a ficar parva com os pensamentos desta gente (tendo em conta que não sei se a tal senhora psicóloga partilha dos mesmos pensamentos) , mas para mim o melhor destes todos é o ponto [7], 'Como se sabe, todos os homossexuais são filhos de homossexuais.', ao ler isto só me apetece por aqui um 'LOL' do tamanho do mundo, não sabia que o Elton John teve 'duas mães' ou 'dois pais', nem que o mesmo aconteceu ao George Michael, á Melissa Etheridge, e a todos os homossexuais pelo mundo fora.

Ok, ás tantas este foi um dos posts mais 'dermentes' desde que comecei a escrever mas não há-de ser nada, lol, agora vem a 'noticia' agradável nisto tudo:

Israel: Homossexuais podem adoptar

O Estado de Israel reconheceu formalmente a adopção de crianças por um casal de lésbicas, atribuindo a cada uma delas o estatuto de mãe legítima dos filhos da outra. As duas mulheres educam juntas os três filhos que geraram por inseminação artificial. O reconhecimento oficial pelo Estado é o culminar de uma longa batalha jurídica vencida no ano passado pelas duas mães no Supremo Tribunal de Israel. A justiça israelita já reconhecera em Dezembro de 2004 a validade de uniões homossexuais para efeitos de propriedade e herança.

Saiu no Jornal de Noticias

É mais um caso em que apetece pôr outro 'LOL', se nós (supostamente) somos um país mais desenvolvido que Israel, deveriamos ter uma mentalidade muito mais 'avançada' que a deles, estou certa?

A aceitação dos homossexuais, chega a ser como a reciclagem, ou seja , se numa determinada cidade, 10% da mesma faz reciclagem e 90% dela não quer saber disso, muito pelo contrário, vão aos contentores e trocam as coisas de maneira a que a tal reciclagem dos 10% não tivesse servido de nada, os 10% mesmo sendo 'atacados' constantemente não param de fazer o que 'querem/devem' só porque estão a ser injuriados e o seu 'trabalho' não está a dar frutos, passa-se exactamente a mesma coisa com os homossexuais, apesar de serem uma pequena percentagem, serem maltratados, serem incompreendidos, não deixam de amar e tentar ao máximo ter os mesmos direitos que os ditos 'normais'.

Acho que já falei demais, e tenho quase a certeza como ninguém vai ter paciência para ler isto tudo mas pronto, se alguma alma caridosa, lol , chegar a ler isto tudo, muito obrigada, e já agora, (se não for me esticar muito), gostava de saber a sua opinião sobre este(s) assuntos.

Fiquem bem e até ao próximo momento de inspiração *******

11 comentários:

Cátia disse...

Bem, antes de mais quero que saibas que eu li tudo, contudo não percebi la muito bem a primeira noticia, a tal da psicologa, pois o que me pareceu é que ela estava de uma forma ironica a abordar o tema :| e nao a encarar o assunto com o devido respeito, posso estar enganada mas é o que me pareceu. Quanto à noticia de Israel, nao sabia, acabei de tomar conhecimento agora com o teu blog, e realmente fiquei espantada, e então porquê? pelas razoes que ja especificaste.. supostamente nós temos uma mente mais aberta dk eles, porem esta noticia diz-nos precisamente o contrario, visto q em portugal a adopçao de crianças por casais homossexuais ainda nao foi aprovada, nem mesmo os casamentos ( acho eu, nao estou mt bem dentro do assunto)..

enfim,

bem, ja sabes a minha opiniao sobre os homossexuais, mas nunca é demais repeti-la, respeito, porque acho que cada um tem direito de fazer o que quer, eu sendo heterossexual, tenho pessoas bem perto de mim q admitiram q gostam de pessoas d mxm sexo e nao afectou em nada a nossa relação, acho ate que o simples facto da pessoa ter confiado em mim, depositando confiança e contar-me apenas deu mais força à propria amizade, ate a vida so se vive uma vez, e convem q façamos o que nos apetece e o que nos da felicidade. acho absurdo, a mentalidade de certas pessoas, embora ache q hoje em dia, os jovens tao a ficar mais sensibilizados e compreensivos em relação a este assunto e , pessoalmente, penso q os mais conversadores no q diz respeito à homossexualidade, sao os idosos, mas deixa q te diga q n acredito q a homossexualidade so se tenha descoberto agr em pleno sec XXI, sempre existiu e se agr fala-se mais sobre ela é pk aos poucos ela começa a ser aceite, é o q penso..bom tema *

Cammy disse...

Bom, a psicologa que disse isso não deveria de maneira alguma exercer sua função! Quem ela pensa que é pra dizer o que pode e o que não pode? Penso que ela deve ser uma beata virgem ou mal-amada, para acreditar que o casamento gay destruiria a instituição do casamento. Além disso ela também deve ser racista, pois fez um paralelo com a aprovação do casamento gay com a libertação dos escravos, onde diz que os porcos foram 'liberados'. Pontos negativos para o jornal que publicou essa matéria.

Adorei o blog e estarei sempre visitando.

Se der, visite meu blog tb! Mtas notícias sobre a série The L Word!!!

http://thelwordbr.blogspot.com

Bjos!

Madzinha disse...

Minha 'Maridona' ^^.. li tudo i devu d dizer k gostei da forma da psicologa abordar as coisas (nakela foi de forma diferente i acho k m fez pensar (milhagre xD])..

sabes como eu sou i o k penso em relação ao tema Homossexualidade (ao contrario do que muitos pensam a homossexualidade nao é so sexo, é amor tb, da mesma forma k 1 rapaz ama 1 rapariga é bem possivel k ame outro rapaz, ou k 1 rapariga ame outra)
a Homossexualidade ao contrario do k é reprezentada em alguns filmes.. n existe 1 mau k dpois abre os olhos k ve k akilho é anTi-natural (como muitas vezs dizem) i virasse para a dita heterossexualidade i fica a odiar o outro k ''INFELIZMNET'' continua a ser homossexual i k insite para k o outro fike com ele (raiu de conversa da treta)

Na minha simples opiniao , tal como a psicologa disse, muita gente teme o k nao conhece, i so achu pena de o nosso pais ter esta dita mentalidade retrogada.. k pensa k a homosexualidade é 1 doença i nao 1 opçao, k pensa k proibir , dificultar a vida dos homossexuais é bom, i nao apoia-los como apoiam merdas bem piores..
Outra coisa k m mete nervos.. os homossexuais n sao bons pais, entao akeles pais k espancam os filhos , sao casados, tem varias amantes, bebem todas as noites, sao bons pais?.. so por serem hetrossexuais sao bons pais?..
realment a idiotice no seu rubro..
Dizem la dos paises menus desenvolvidos.. mas CHEGAM a ser bem mas bem piores k eles, criticam, julgam, falam por tras, d pessoas, de algo k nem conhecem devidament..
i k tal s parassem de andar a fazer merdas inuteis fizessem algo k verdadeirament importasse, k servisse, k fizessenus pensar 'tamos na merda a nivel financeiro mas.. ao menus nao somos precoceituosos.. sabemos aceitar realidades diferentes da nossa i NAO nus preocupamos com merdinhas k a igreja a força tenta nos eter na cabeça..'
a Igreja é outra coisa bem intressante, sao todos 1s santos, sao todos muito bem formados, sao todos (ou pelo menus a maior parte) contra a uniao homossexual, mas kase todos gostam da pedofilia.. realment.. issu sim é k é bom..
acho k ja tou é a escrever de mais mas ainda faltam 1s coizinhas..

outra coisa 'bonita' sao os pais dos homossexuais.. acho k 1s .. sao esmo 5 * mas outros sincerament..
dizem sempre escolhe alguem i sê feliz, mas s escolhem alguem do mesmo sexo.. ai ja nao.. a felecidade ai ja nao importa..
pergunto a todos esses pais.. N é a felecidade dos vossos filhos k ta em jogo.. n kerem so k eles sejam felizes..?
entao pk s poe com essas merdas..?
Kem nao gosta nao estraga..
Eu realment admiro akeles k dizem abertament k sao homossexuais, pois num pais como este é tao dificil.. admitir da logo lugar a 1 serie de criticas, ultimados, problemas..
enfim.. achu k m fiko por aki ^^

sera k vais ter paxora pa ler istu tudo? ^^

Adoro te minha fofa ^^

AL disse...

DE ONDE ESSA MULHER TIROU ISSO?
todos os homossexuais são filhos de homossexuais.

VCS NAO ACHAM QUE ELA PRECISA IR A UMA PSICOLOGA? rsrsrs.

DISSEM POR AI QUE TODO O(A)PSICOLOGO(A) ESTA A PROCURA DA SUA PROPRIA CURA.

TALI disse...

Oi Lady!
Levei um susto quando pensei que as afirmações descritas aqui fossem de uma psicóloga. Mas depois compreendi...
Infelizmente, todos esses pensamentos são bem comuns e demorará muito para que tudo isso mude...

O Brasil também está aqui ;)

Beijos Lady.

Aya disse...

Pelo q eu entendi a Psicologa estava sacaneando os homofobicos...nao?...sacaneando as crenças erradas deles!!!

Em 1999, o Conselho Federal de psicologia homologou a resolução 001/99, estabelecendo normas de atuação para os psicologos em relação a questão da "orientação sexual", baseadas nos principios da sua ética profissional. A resolução CFP 001/99, ao propor que os prifissionais de psicologia devem contribuir com seu conhecimento para impedir discriminações e estigmatizações contra aqueles que apresentam comportamaentos ou práticas homoeróticas, proíbe os psicólogos de qualquer ação que favoreça a patologização dessas práticas ou que induza indivíduos para tratamentos não solicitados.

Gente peraii eu axo q existe um imensooo conteúdo IRONICO nisso tudo q foi escrito...q tal reler-mos???
E msm q ela tenha dito uma asneira do tamanho de um bonde oq na minha opnião foi soh uma ironia mal interpretada...nao vamos julgar ninguem pela profisão não eh...psicologos não são deuses são gente, tem preconceito ou não, sente dor de barriga e as vezes fika p.com a mãe(oq não significa q esteja contrariando Freud)...e como eu coloquei acima o Conselho proibe qlq psicologo de oferecer cura para homossexualismo!!!Se vc vir algum...denuncie!

bjus

Monyka disse...

Olá!
Muito obrigada pela visita no meu blog! Adorei!
O seu é muito interessante! Parabéns!
Vou continuar te visitando sempre!

Mônyka disse...

Oi denovo!
Vou te linkar ok?
(adorei seu blog!)
bjos

Lindinha disse...

Olá, Lady Angel! Obrigada pela visita ao meu blog!!! Claro que você pode colocá-lo na sua lista de favoritos, eu também colocarei o link do seu blog no meu!

Docinho disse...

Bom, eu também percei o texto da psicóloga como uma grande ironia, mostrando como essas idéias são ridículas quando comparamos o que as pessoas que são contra o casamento homossexual alegam com outras situações "aceitas" por todos. Eu gostei! Beijos

AloneAgain disse...

Eu adorei o texto da Dra. Joana Amaral Dias. Haja mais pessoas a escrever como ela. Todo o texto é uma "chapada sem mão" à sociedade cega que não quer abrir os olhos.

Parabéns pela escolha do texto e um obrigada à Dra. Joana A. Dias pelo texto e por tocar num tema que tantos evitam.

Adorei mesmo. Acho que vou começar a ler mais textos dessa senhora!